Bem-vindo de volta, amigo!
LOGIN
Ou Esqueceu a senha?

Quanto devo cobrar - A diferença entre preço e valor

Por: Diego Pinto Administrador

 Quanto cobrar por um produto ou serviço? Muitas vezes esse é um dos grandes dramas do empreendedor. Alguns acreditam que, por estar iniciando um negócio, deve-se cobrar pouco para inserir-se no mercado. Outros, apaixonados (e cegos) pela própria ideia acreditam que devem cobrar muito.

Existem ainda aqueles que utilizam um "método": (custo do material + custo estimado do trabalho) x 2. Já observei esse método em diversas situações e realmente as pessoas tendem a acreditar que esse é um preço aproximadamente justo. Porém, o que é um preço justo? Quem é o indivíduo ou grupo capaz de definir o preço justo para algo? A grande verdade é que o preço justo não existe. O que existe é uma relação entre produto/serviço e o cliente. É justamente aí que entra a nova variável: o valor.

"Preço é o que se paga, valor é o que se leva." - Warren Buffet

R$60.000,00 por um carro é muito ou pouco? Depende do carro. E se for um modelo top, altamente tecnológico, com conectividade com o smartphone, GPS, Bluetooh, visão noturna, WiFi, HUD, gerador de probabilidade infinita e raios laser. Para um cara que gosta de tecnologia este carro tem um alto valor. Agora imagine uma tia velha: provavelmente ele diria "eu não pago por essas porcarias que eu nem sei usar, no meu tempo a gente tinha que..." e ela sempre acaba contando uma história de como a vida era difícil no passado. Enfim, para esta senhora o valor deste carro é baixo. Assim, mesmo que o valor seja uma grandeza subjetiva, baseada na personalidade do cliente e na sua percepção e relação com o produto, é inevitável que ele seja comparado com o preço: se o valor é maior que o preço o cliente compra, se o valor é menor que o preço o cliente não compra. O cliente indeciso é aquele que atribui um valor para um produto muito próximo do preço, e assim não fica claro se o produto vale a pena (se o valor do produto justifica o preço).

Quanto cobrar por um produto ou serviço? A resposta para esta pergunta depende do valor do seu produto/serviço. Por isso é importante observar como o mercado reage ao seu negócio: se a demanda está mais alta que a sua oferta, aumente o preço (o contrário também é válido). Na maioria das vezes, entender o mercado faz a diferença entre sucesso e fracasso. Fique atento, procure definir e entender onde está o real valor do seu produto ou serviço.

Por fim, outro aspecto subjetivo: a culpa. "Tenho um produto com custo de material muito baixo e que eu consigo produzir muito facilmente, mas as pessoas fazem fila na minha porta e o telefone não para de tocar. Não acho justo cobrar caro, pois me custa muito pouco produzi-lo". Calma jovem, senta aí, vamos conversar... Se as pessoas procuram seu produto é porque você agregou valor à ele. Você fez o seu papel de empreendedor tornando a vida das pessoas melhor, produzindo um bem ou serviço realmente útil. Desta forma, nada mais justo do que uma recompensa, afinal, você teve a ideia, pesquisou, correu riscos,  pesquisou o mercado, etc.

Vá até o fim. Ao contrário do que se pensa nesse país, gerar valor e riqueza é responsabilidade nossa e não daquela entidade "superior" que chamamos de governo.

Parabéns e obrigado!

Respostas

02/06/2017 17:11

yuri matos de lima Iniciante

Boa leitura, parabens!

Responder a: Quanto devo cobrar - A diferença entre preço e valor

POSTAR